segunda-feira, 13 de novembro de 2017

Obras de duplicação na BR-277, em Guarapuava, deverão ser concluídas em março de 2018

01/11/2017 - Central Cultura de Comunicação

As obras de duplicação de 4,8 quilômetros da BR-277 em Guarapuava atingiram 40% dos trabalhos neste mês. As melhorias estão sendo feitas no trecho entre os quilômetros 331 e 336, que cruzam a parte leste da cidade.



No pacote de obras também está prevista a construção de um viaduto e um acesso secundário. O investimento total da concessionária Caminhos do Paraná neste trecho é de R$ 24 milhões. As intervenções na BR-277 vão garantir mais segurança e comodidade para os cerca de 450 mil moradores da região e para os motoristas que trafegam pela rodovia. É o caso do caminhoneiro Gelson de Jesus Svidnicki, que há sete anos faz viagens de Guarapuava para Curitiba e São Paulo. “A duplicação vai ser muito boa para quem mora e passa por aqui, especialmente no horário de pico”, afirma.

A previsão da concessionária é de que a duplicação e o viaduto sejam entregues em março de 2018. Já o acesso que liga a rodovia à Rua XV de Novembro por baixo tem previsão de conclusão para novembro de 2018. Esse acesso terá cerca de 200 metros de extensão e vai trazer mais tranquilidade para os moradores dos bairros Morro Alto, São Cristóvão e São Francisco.

sábado, 11 de novembro de 2017

Duplicação Maceió-Arapiraca evolui com serviços de drenagem concluídos

03/11/2017 - Alagoas 24 Horas

Pavimentação será iniciada este mês com a finalização da terraplanagem dos seis primeiros quilômetros da via

Ascom / Setrand
Asfalto da pista antiga está sendo retirado para dar lugar a uma nova cobertura de pavimento na duplicação Maceió-Arapiraca
Asfalto da pista antiga está sendo retirado para dar lugar a uma nova cobertura de pavimento na duplicação Maceió-Arapiraca

A duplicação Maceió-Arapiraca ganhou ritmo intenso nos últimos meses com a redução das chuvas no Estado. O primeiro trecho da obra, que vai da Barra de São Miguel até a BR-101 em São Miguel dos Campos, teve a drenagem concluída e avança com o serviço de terraplanagem.

Os serviços acontecem simultaneamente nos 18 quilômetros da Rodovia AL-220 que estão sendo duplicados nesta etapa. Nessa extensão, 25% da terraplanagem foram concluídos e, assim que os seis primeiros quilômetros do serviço forem terminados, a equipe inicia a pavimentação, o que deve acontecer já no início deste mês.

Além de contemplar a extensão duplicada, o asfalto da pista antiga também será retirado para dar lugar a uma nova cobertura de pavimento. Ainda nesta fase, serão instaladas as barreiras New Jersey, que dividem o centro da pista, e vão garantir mais segurança aos usuários ao evitar que os veículos possam invadir o lado oposto do fluxo.

As chuvas atípicas que caíram em Alagoas este ano fizeram com que a obra ficasse paralisada por 77 dias. Mas, com condições climáticas mais favoráveis no momento, a equipe está trabalhando em períodos mais extensos para garantir a conclusão da obra no menor prazo possível.

É o que conta o superintendente de operações do Departamento de Estradas de Rodagem de Alagoas (DER-AL), Iran Menezes. “Estamos intensificando o horário de trabalho para compensar a perda de tempo que tivemos por causa das chuvas. Em todas as obras do DER e, principalmente na duplicação da AL-220, estamos acelerando ao máximo o cronograma físico da obra”, assegura.

Segunda etapa

Além dos 18,3 quilômetros do primeiro trecho, a duplicação Maceió-Arapiraca contará com mais 63,4 quilômetros na segunda etapa, que vai do município de São Miguel dos Campos até o maior centro econômico do interior do estado. Para execução da última fase, o Governo do Estado já recebeu a licença ambiental do Instituto do Meio Ambiente (IMA).

Com um total de 81,7 quilômetros de extensão e um investimento em torno de R$ 170 milhões, a obra é um marco no desenvolvimento de Alagoas, pois garante redução de custos de transporte e conecta importantes pólos produtivos do estado.


Fonte: Ascom / Setrand



quarta-feira, 25 de outubro de 2017

Obra de duplicação da BR-386 entre Estrela e Tabaí está 94% concluída

24/10/2017 - O Informativo do Vale

Obras que começaram em 2010 somam R$ 216 milhões e devem ser concluídas em dezembro

Informativo do Vale  Créditos: Redação 

- Lidiane Mallmann/arquivo 

Vale do Taquari - A duplicação da BR-386, entre Estrela e Tabaí, que prevê a pavimentação de 33,4 quilômetros de rodovia, está 94% concluída, é o que afirma a Superintendência Regional do Departamento Nacional de Infraestrutura e Transportes (Dnit), responsável pela obra. Os trabalhos já duram sete anos e os recursos usados na duplicação somam R$ 216 milhões. 

As obras, que começaram em 2010 e tinham previsão de conclusão para 2013, foram orçadas inicialmente em R$ 150 milhões. Sem recursos para continuar a duplicação, em 2016 o Dnit suspendeu a obra, que ficou parada durante o ano passado. "Deste a retomada da obra, em janeiro, o Dnit trabalha com a data de 31 de dezembro deste ano para conclusão da duplicação. As obras estão em um ritmo bom, e segue mantida a data contratual", afirmou a assessoria de imprensa do órgão. 

A assessoria do Dnit explica, ainda, que a liberação da pista duplicada deve ocorrer antes do Natal e que as obras dependem da concessionária responsável, a Conpasul. "Com os recursos já disponíveis para o empreendimento, estamos na dependência do ritmo de obras do consórcio construtor, que é bom, e das condições do tempo - não pode haver chuva" afirma. 

O que está sendo feito
Durante o período das obras, a duplicação foi paralisada por conta da necessidade da construção de 29 casas, uma escola, centro comunitário e um espaço para venda de artesanato para as famílias da tribo caingangue, que moram na divisa de Estrela com Bom Retiro do Sul. Por conta disso, o trecho que ficou paralisado ainda demanda muitos afazeres. "Hoje estamos trabalhando em diversas frentes na obra. 

O trecho que mais demanda esforços, ou seja, que ainda tem bastante a fazer é o que compreende o acesso a Aldeia Indígena, acesso a Bom Retiro do Sul e acesso a Linha Glória, algo em torno de 1 quilômetro" informa a assessoria. Nestes pontos está sendo feito o deslocamento da rede elétrica, terraplenagem, drenagem, pavimentação e obras complementares.

Conforme a assessoria do Dnit, em Estrela, as equipes estão trabalhando na execução de base e revestimento asfáltico e ainda há necessidade de terraplenagem para conclusão de algumas ruas laterais. "Na sequência disso que está sendo feito, teremos a sinalização viária, com a pintura de faixas de sinalização e a implantação de tachas e placas refletivas." Para os trechos que já estão duplicados, estão sendo feitas obras de execução de passagens de fauna e exigências ambientais.

terça-feira, 17 de outubro de 2017

Obras rodoviárias levam desenvolvimento para o Cariri

16/10/2017 -  Assessoria de Comunicação do DER 

Jóslen Barros Herbster
ascom@der.ce.gov.br - (85) 3101.5788


As obras de duplicação da rodovia CE-293 têm animado os moradores da região do Cariri. Parte do Ceará de Ponta a Ponta, o Programa de Logística e Estradas do Ceará, os trabalhos no trecho Missão Velha – Barbalha chegam a 24% de execução, com previsão de conclusão em 2018.

A duplicação envolve investimentos de, aproximadamente, R$ 55 milhões, do Tesouro do Estado e do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), referentes aos serviços de pavimentação, revestimento asfáltico, drenagem, obras d’arte correntes e especiais, sinalizações (horizontal e vertical) e proteção ambiental.

A melhoria viária dos 21 quilômetros que ligam os dois municípios facilitará o escoamento da produção, reduzindo o tempo e o custo de transporte, e ampliará a oferta de serviços à população.

Outras obras

O Governo do Ceará segue, ainda, com outras obras importantes na região do Cariri. Uma delas é a pavimentação de 11,5 km da CE-292, no trecho Missão Velha – Juazeiro do Norte, atualmente com 53% de execução; e a outra é a restauração de 58 km, também na CE-292, do trecho Crato – Nova Olinda, atualmente com 70% dos serviços executados.

O investimento total nas três obras é de R$ 138.741.719,33, abrangendo mais de 90 km de estradas.

quarta-feira, 11 de outubro de 2017

Geraldo Alckmin entrega obras de duplicação

11/10/2017 - JC Net

A solenidade será, às 9h, no dispositivo de acesso a Brasília Paulista, distrito de Piratininga, no quilômetros 259 da rodovia SP-225 (Bauru-Ipaussu).

Dispositivo de acesso a Cabrália Paulista, na rodovia SP-225, no trecho que já está duplicado e será inaugurado oficialmente

O governador Geraldo Alckmin (PSDB) estará nesta quarta-feira (11), às 9h, em Piratininga (13 quilômetros de Bauru), para participar da solenidade de entrega das obras de mais 37 quilômetros da duplicação da rodovia SP-225 (Bauru-Ipaussu). A solenidade será no km 259, no dispositivo de acesso a Brasília Paulista, distrito de Piratininga.

"Trata-se de mais uma obra de grande alcance social para a nossa região, garantindo mais conforto e segurança para milhares de usuários que trafegam diariamente pela SP-225, especialmente entre os municípios de Piratininga, Cabrália Paulista, Paulistânia, Espírito Santo do Turvo e Santa Cruz do Rio Pardo", ressalta o deputado Pedro Tobias (PSDB).

Alckmin entregará as obras de duplicação da SP-225, entre os quilômetros 256 ao 290 e do Km 295 ao Km 298, além de melhorias em vários dispositivos.

Em seguida, às 11h, o governador visitará o município de Vera Cruz, onde assinará convênio para a construção de uma Creche-Escola; entregará uma ambulância e certificados da Escola da Moda e Beleza. Depois às 13h30, ele visita Lutécia e, às 16h, a cidade de Cruzália.

Os investimentos para garantir todas as melhorias na SP-225 somaram R$ 212,7 milhões, que incluem a construção de duas faixas de rolamento, acostamento, sistema de drenagem, sinalização horizontal e vertical, obras complementares e canteiro central e alguns pontos com new jersey (mureta) para separar o fluxo de veículos nos dois sentidos da rodovia. As obras começaram em março de 2015 e foram concluídas em setembro deste ano.

A modernização e duplicação da rodovia SP-225 são benefícios do Programa de Concessões Rodoviárias do Estado de São Paulo. "São obras que farão toda a diferença na vida do usuário. Há mais segurança, ótimas condições para uma viagem tranquila e um cenário extremamente favorável do ponto de vista econômico. A região ganha ainda mais potencial para se desenvolver, atrair investidores e, claro, gerar empregos. Isso porque as melhorias contribuem com a expansão do comércio, da indústria, do agronegócio, do turismo e da prestação de serviços nos municípios", destaca a diretora-superintendente da Cart, Clara Ferraz.

A rodovia duplicada conta ainda com 82 telefones de emergência para uso dos motoristas que precisam de ajuda ou em casos de emergência. Também oferece wi-fi grátis em três pontos de ajuda ao usuário em Piratininga (km 249), Paulistânia (km 282) e Santa Cruz do Rio Pardo (km 315).



Assinada ordem de serviço para iniciar obras de duplicação da BR-262

10/10/2017 - ES Hoje

Capa/Assinada ordem de serviço para iniciar obras de duplicação da BR-262

por Danieleh Coutinho

Com R$ 80 milhões já garantidos no Orçamento da União, o início de uma das obras mais aguardadas pelos capixabas está efetivamente autorizado: a duplicação e restauração dos primeiros 7,28 quilômetros da BR-262, no trecho entre o quilômetro 49,38 e o quilômetro 56,66, em Marechal Floriano. A ordem de serviço foi assinada pelo ministro Maurício Quintella em cerimônia no Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil, nesta terça-feira (10), na presença da senadora Rose de Freitas (PMDB-ES), do vice-governador Cesar Colnago e de deputados da bancada federal do Espírito Santo.

A partir de agora, o consórcio ATERPA-SERVENG-MAIA MELO, responsável pelo empreendimento, tem até 90 dias para instalar o canteiro de obras em uma área de 2,5 hectares, no trevo de Paraju. O local vai abrigar britador, usina de asfalto, espaço para remonta, pátio, entre outros equipamentos.

A previsão é que os trabalhos na rodovia comecem até janeiro. “Vai depender muito do regime de chuva”, explicou o diretor do consórcio, Daniel Nóbrega. Durante a montagem do canteiro de obras, 15 áreas já negociadas com os proprietários serão desapropriadas.

Em 2018, também está prevista a duplicação de mais 12 quilômetros de rodovia. E a bancada federal deverá destinar R$ 120 milhões de emenda impositiva para a continuidade das obras. Cada quilômetro duplicado e restaurado está orçado em R$ 10 milhões.

Pelo contrato TT-952/2014, assinado em 2014, o custo total das obras para duplicar os 52 quilômetros previstos no projeto, entre Viana e a divisa com Minas Gerais, é de R$ 510 milhões. Até a conclusão, a bancada deverá garantir os recursos via emenda impositiva no Orçamento.

“É uma rodovia fundamental para o incremento do turismo na região, para o escoamento da produção. Nós aqui já discutimos o Orçamento do ano que vem para que essa obra não tenha mais nenhuma interferência e que, em um futuro bem próximo, a BR-262 esteja totalmente duplicada no Estado do Espírito Santo”, afirmou Quintella.

BR-101 – Presente à cerimônia, o diretor-geral da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), Jorge Bastos, afirmou que a concessionária Eco101 já retomou as obras que estavam paralisadas na BR-101, no trecho do Espírito Santo. “Estão começando a retomar todos os canteiros de obras que estão paralisados”, destacou.

Bastos disse ainda que, até julho do ano que vem, 34 quilômetros da rodovia devem ser duplicados. Segundo ele, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) deverá fazer um levantamento sobre todos os pontos críticos para que a ANTT tome providências junto à concessionária. “A PRF está fazendo [o levantamento] para me enviar esse relatório”.

Sobre as duas balanças móveis de pesagem, que devem ser instaladas na rodovia, o diretor disse que o processo está em fase final de aprovação pela ANTT.

terça-feira, 10 de outubro de 2017

BR-376 terá interdições em Paranavaí na terça-feira (10), diz concessionária

09/10/2017  - G1 PR, Maringá

Serão feitas paradas de até 15 minutos no trânsito para a instalação de vigas no viaduto em construção na altura do trevo secundário do município, no noroeste do Paraná.

A rodovia está em obras de duplicação, no trecho entre Paranavaí e Mandaguaçu, no norte do Paraná, desde 2015. (Foto: Viapar/Divulgação)
A rodovia está em obras de duplicação, no trecho entre Paranavaí e Mandaguaçu, no norte do Paraná, desde 2015. (Foto: Viapar/Divulgação)

A BR-376 terá interdições no tráfego ao longo da terça-feira (10), em Paranavaí, no noroeste do Paraná, informa a concessionária Viapar.

Serão feitas paradas de até 15 minutos no trânsito para a instalação de vigas no viaduto em construção na altura do quilômetro 102, no trevo secundário de Paranavaí, no sentido Nova Londrina, também no noroeste do estado, segundo a Viapar.

A rodovia está em obras de duplicação, no trecho entre Paranavaí e Mandaguaçu, no norte do Paraná, desde 2015. A previsão para conclusão da duplicação é até o fim deste ano, conforme a concessionária.